Cabeçalho

BANCADA DE RO VAI À ANEEL CONTRA AUMENTO

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

Audiência de hoje terá manifesto da bancada de Rondônia contra aumento de energia.


A população de Rondônia reage contra o reajuste médio de 27% na conta de energia elétrica com manifestações na capital e municípios do interior. Em Brasília, a bancada federal de Rondônia estará hoje (19), às 14h, em audiência na Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Amanhã (20) os deputados e senadores de Rondônia estarão às 10h20 no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, e às 14h30 com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para discutir o assunto e buscar alternativas política e jurídica.

O senador Acir Gurgacz (PDT-RO) usou a tribuna do Senado para cobrar posição do governo federal. “Vamos continuar lutando na Justiça e na esfera política para reverter esse aumento”, disse Acir. O senador disse que os reajustes aplicados no Estado estão fora da realidade econômica da população.

Na sexta-feira (15) aconteceram manifestações públicas contra o reajuste da tarifa de energia, em atos simultâneos no final da tarde. Em Porto Velho o ato aconteceu na frente da Unidade Centro da Energisa, onde empresários, populares e representantes parlamentares criticaram a decisão da empresa que havia prometido não fazer reajuste em menos de um ano após a privatização. Os deputados federais Léo Moraes (PODE), Mauro Nazif (PSB) e Coronel Chrisóstomo (PSL) participaram da manifestação na capital.

A Assembleia Legislativa foi representada pelos deputados estaduais Anderson Pereira (PROS) e Marcelo Cruz (PTB) que foram designados pelo presidente, deputado Laerte Gomes (PSDB). Os parlamentares manifestaram o apoio do Legislativo Estadual contra os reajustes e na defesa do consumidor rondoniense.

ARIQUEMES

A população ariquemense manifestou apoio à mobilização estadual contra o reajuste de energia elétrica. Em nota, o prefeito Thiago Flores alertou que empresas e indústrias podem ser afetadas com o aumento da tarifa.

JI-PARANÁ

O protesto que aconteceu em frente ao prédio da Energisa (antiga Ceron). Com cartazes e palavras de ordem “Aumento Não! Aumento Não!”, populares protestaram contra o reajuste tarifário. Através de discursos improvisados, os jiparanaenses expressaram a indignação pelos valores cobrados.

VILHENA

A manifestação aconteceu em frente ao escritório da Energisa, na rua Domingos Linhares, no Centro. Os vilhenenses questionaram que Rondônia é um dos Estados que mais produz e gera energia elétrica para o Brasil, através de duas Usinas Hidrelétricas de grande porte, e não tem benefício para a população.

Fonte: 010 – diariodaamazonia

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *