Cabeçalho

Deputado Anderson Indica pela estadualização de estradas vicinais em Espigão do Oeste

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

O parlamentar citou a extensa malha viária do município a cargo da Semosp.

O município de Espigão do Oeste tem a sua vocação econômica embasada na pecuária e na agricultura.

Um setor primário forte e bem desenvolvido que vem ao longo dos anos mantendo a

economia local aquecida e, em franco crescimento.

Por outro lado, a administração municipal tem como seu principal “Gargalo” os mais de 2.500 km de estradas vicinais que a Semosp luta para manter trafegável durante todo o ano.

Esse emaranhado de estradas vicinais tem causado muitos transtornos aos produtores rurais, principalmente no período do inverno. A falta de maquinários disponível para cobrir toda essa demanda é hoje o “Calcanhar de Aquiles” da Administração Participativa.

Buscando alternativas a classe política do município (prefeito e vereadores) recorreram ao deputado Anderson Pereira (Pros) para que o mesmo viabilize junto ao Governo do Estado a estadualização de algumas linhas no município.

Após o levantamento técnico feito pela equipe do escritório regional parlamentar em Espigão do Oeste, O deputado Anderson apresentou na Assembleia Legislativa a Indicação nº 0164/2019, solicitando a estadualização de vicinais em Espigão.

Segundo o parlamentar a quantidade de estradas vicinais a serem mantidas pela administração municipal tem consumido tempo e recursos, aliado a falta de equipamentos para cobrir essa demanda, acaba trazendo transtornos aos munícipes.

“ Nos sensibilizamos com a preocupação da população e também da classe política de Espigão, por isso assumimos esse compromisso de fazer gestão junto ao Governo do Estado para solucionar essa problemática”, definiu o parlamentar.

A estadualização irá aliviar a carga de trabalho na Semosp

Os trechos iniciando na RO 387 (estrada do Pacarana) seguindo até ao distrito de Novo Paraíso (Canelinha) e finalizando no distrito Flor da Serra (14 de abril), são aproximadamente 50 km de estradas que passariam para a responsabilidade da 4ª Residência do DER/Cacoal.

A outra solicitação indicada pelo deputado Anderson ao Governo do Estado se inicia na RO 133 (Estrada do Calcário) seguindo pela Linha 05 até ao Assentamento Cachoeira (Seringal), prosseguindo até ao Assentamento Nosso Caminho.

As comunidades assistidas por essas estradas são verdadeiros “Polos Econômicos” com vasta produção primaria, com destaque para a pecuária de corte e leite, grãos, peixe, madeira, calcário, manganês e agora soja e o milho” justificou o deputado Anderson.

Na última semana o parlamentar recebeu as respostas da demanda apresentada junto ao Governo do Estado e ao Departamento de Estradas e Rodagem (DER). A solicitação pela estadualização de vicinais no município será encaminhada para análise do corpo técnico.

“A partir de agora vamos acompanhar de perto essa situação e estar cobrando do governo para que o Departamento de Estrada de Rodagem através da 4ª Residência de Cacoal assuma esses trechos a exemplo da Linha É, estrada da Figueira e estrada do Pacarana” finalizou o parlamentar.

Autor: Luizinho Carvalho/Assessoria Parlamentar

FOETE:ESPIGAO NEWS

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *