Cabeçalho

Deputado Anderson Pereira lamenta morte de professora Joselita Félix e quer mais rigor da lei nesses casos

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

Ele explicou que a penalização branda acaba deixando os criminosos livres.

O presidente da Comissão de Segurança Pública, Anderson Pereira (PROS), lamentou profundamente o feminicídio contra a professora Joselita Félix, assassinada pelo ex-marido.

O parlamentar cobrou do Governo medidas para combater esses tipos de crimes e a Polícia, criar mecanismos para atuar contra os autores, uma vez que o acusado de assassinar a professora, havia sido detido dias antes e anunciou que sairia da cadeia para cometer o crime.

Anderson destacou também que é a favor da atuação da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e a Família (DEAM), durante 24 horas e que o Estado, juntamente com a Secretaria de Segurança Defesa e Cidadania (Sedesc), faça a implantação do botão de pânico, interligado ao Centro Integrado de Operações Policiais (CIOP), para que mulheres vítimas de agressões dos companheiros acionem quando sentirem ameaçadas.

“Tem que haver mais rigor por parte da Lei, esse tipo de penalização branda acaba deixando o meliante livre para atuar”, finalizou o deputado.

Fonte: Assessoria/ALE

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *