Cabeçalho

Deputado Anderson se reúne com o diretor-geral do DER e pede a recuperação de rodovias na capital e interior

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

O parlamentar deu ênfase para a situação caótica que se encontra as rodovias em Espigão do Oeste.

O deputado estadual Anderson Pereira (Pros) esteve na sexta-feira (08) com o diretor geral do Departamento de Estradas, Rodagens (DER-RO), Erasmo

Meireles e Sá, para reforçar diversos pedidos já realizados por indicação de sua autoria na Assembleia Legislativa de Rondônia.

Em relação à capital, Anderson solicitou os serviços de manutenção e tapa buraco na RO-005 (Estrada da Penal), no trecho entre a Avenida Guaporé até a Casa de Detenção Dr. José Mário Alves da Silva (Urso Branco). Pediu ainda a limpeza no entorno do Centro de Ressocialização Suely Maria Mendonça (Penitenciária Feminina).

“Todas elas são tão importantes quanto as vias urbanas, pois são por onde escoam boa parte da produção agropecuária, bem como serve de rota de muitas famílias e servidores públicos”, ressaltou o parlamentar.

Pereira tratou ainda de duas indicações suas que pede agilidade na recuperação da RO-133 em Machadinho D’Oeste/RO, no trecho entre Jaru e Theobroma, e referente ao pedido de patrolamento e encascalhamento da via que dá acesso ao Centro de Ressocialização Cone Sul, em Vilhena/RO.

   Tapa Buraco e Limpeza na Rodovia Lúcia Tereza (RO 387)

Ao diretor Erasmo de Sá, o deputado Anderson intercedeu também para a urgente realização dos serviços de recuperação asfáltica da Rodovia Deputada Estadual Lúcia Tereza (RO-387), que liga o município de Espigão do Oeste/RO à BR-364.

“Essa Rodovia é importante para a economia de Espigão, onde circulam diuturnamente 17 ônibus com mais de 700 acadêmicos para Cacoal e Pimenta Bueno, por ela também circula toda a produção primária do município: (Gado, leite, frango, madeira, manganês, calcário entre outras).

Nesse trecho de 22 km da entrada da cidade até a BR 364 é necessária a recuperação do asfalto tomado pelos buracos. A operação tapa buraco deve ser acompanhada com a limpeza nas laterais da pista onde o mato avança para dentro do asfalto.

“Com os buracos em vários trechos da RO e o mato invadindo a pista, trafegar no período noturno se torna um risco muito grande para os usuários da rodovia Lucia Tereza, por isso estamos encaminhando solicitação para que o DER tome as providencias”, citou Anderson.

  Recuperação da Estrada do Pacarana (RO 387)

Outra solicitação do deputado Anderson ao Coronel Erasmo de Sá foi no sentido de o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) promover a recuperação dos trechos comprometidos nos 90 Km da RO 387 que liga Espigão do Oeste ao distrito de Boa Vista do Pacarana.

Essa rodovia é a espinhal dorsal dos mais de 2.400 km de linhas vicinais que cortam o município”, evidenciou Pereira ao ser informado pelo diretor Erasmo de Sá que os serviços de recuperação dos trechos críticos iniciaram na região no mesmo dia.

Segundo o Coronel Erasmo foi dado ordem para a Residência do DER/Cacoal para que fosse iniciado um trabalho de recuperação dos trechos tidos como críticos, para permitir o trafego de veículos na região. “É um trabalho paliativo mas evita o fechamento da estrada”, afirmou o coronel Sá.

Manutenção da Rodovia do Minério (RO 133)

Por último o deputado Anderson reivindicou também a manutenção dos trechos críticos dos 50 Km da RO-133, conhecida por Estrada do Calcário, que liga Espigão do Oeste a usina Felix Freire. “Essa Rodovia atende uma região muito produtiva”, explicou.

Anderson revelou que a falta de manutenção na Estrada do Calcário está prejudicando a economia do município com a impossibilidade de grande número de carretas bi-trem avançar os 50 km de extensão cobertos pelos atoleiros.

Além do calcário da Felix Freire também a extração de minério de manganês por parte da Mineradora Meridian enfrenta problemas de transporte do produto entre as duas plantas até ao deposito na cidade.

“Pelos fatores elencados com as rodovias de responsabilidade do estado, o município de Espigão do Oeste perde muito com o setor primário estagnado pela falta de condições para escoar sua produção”, concluiu Anderson.

Autor: Luizinho Carvalho

Fonte: Assessoria/ALE

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *