Cabeçalho

Governo de Rondônia decreta situação de emergência na região da Ponta do Abunã devido a seca do rio Madeira

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

Devido essa situação, a travessia do rio demanda até 24 horas de espera para ser concluída, ocasionando filas quilométricas em consequência da formação de bancos de areia às margens do leito do rio Madeira.

O governador Confúcio Moura assinou nesta segunda-feira (14) o Decreto nº 22.193 em que decreta situação de emergência na região da Ponta do Abunã, devido à seca do rio Madeira. A intensa redução das chuvas acarretou uma considerável diminuição dos corpos d’água – rios, igarapés e reservatórios – na região localizada na Ponta do Abunã, cuja situação veio a se agravar, substancialmente, com a baixa das águas do rio Madeira.

Devido essa situação, a travessia do rio demanda até 24 horas de espera para ser concluída, ocasionando filas quilométricas em consequência da formação de bancos de areia às margens do leito do rio Madeira.

Essa demora provoca o comprometimento do transporte de pessoas doentes, bem como de medicamentos, alimentos perecíveis, combustíveis e outros gêneros de primeira necessidades, para as localidades rondonienses de Ponta do Abunã, dos distritos de Fortaleza do Abunã, Vista Alegre, Extrema e Nova Califórnia, além do vizinho estado Acre.

Texto: Eleni Caetano

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *