Cabeçalho

Indústria de tratores começa a ser construída em Ji-Paraná

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

2952015-131412-gov_jiEm companhia do governador Confúcio Moura, o prefeito Jesualdo Pires (PSB) realizou visita ao local das obras de construção da indústria de tratores e implementos Budny Equipamentos Agrícolas. Também esteve presente na ocasião o presidente da empresa, Carlos Budny, e o diretor regional, Giácomo Casara.

Todos testemunharam os serviços de terraplanagem já em andamento sendo feitos por tratores e vários caminhões e que antecedem o início das fundações, previstas para ter início nos próximos dias.
Na sequência, será erguida uma fábrica com um investimento de R$ 38 milhões, de onde sairão tratores de 28 a 110 cavalos de potência destinados ao mercado da região Norte e países vizinhos como Bolívia, Chile e Peru. Numa segunda fase, a companhia também pretende colocar no mercado as motoniveladoras agrícolas.
“Esta fábrica será um grande centro distribuidor porque Ji-Paraná fica no centro do Estado. Estamos fazendo a nossa parte dando os incentivos necessários como isenções de 85% do ICMS e esperamos que o empreendimento seja um grande sucesso e sirva muito bem o nosso povo”, declarou Confúcio Moura à imprensa que estava no local e também acompanhava a comitiva. Jesualdo Pires lembrou que, a exemplo de uma indústria automobilística, a Budny vai gerar um círculo de desenvolvimento, porque, além da mão de obra especializada, vai atrair uma série de empresas fornecedoras. “A Budny contribuirá demais com o agronegócio do estado que tem muito futuro. Só aqui na Rondônia Rural Show ela já vendeu 35 tratores com a expectativa de chegar a 100 até o final do evento”, acrescentou o chefe do executivo.
Segundo dados levantados pela Budny, o mercado estadual é atraente porque é formado por, pelo menos, 160 mil famílias na área rural com potencial para adquirir máquinas e implementos agrícolas. “Este é o nosso maior objetivo, ou seja, queremos dar prioridade para a agricultura familiar. Hoje já temos cerca de 200 tratores já rodando aqui em Rondônia. Estamos muito motivados e já começamos a falar com as faculdades para recrutar e treinar mão de obra para trabalhar conosco. Também já começamos a conversar de perto com futuros fornecedores”, frisou o presidente da nova indústria, Carlos Budny. A expectativa da organização é gerar cerca de 300 empregos diretos e indiretos na cidade e elevar o nível de conhecimento tecnológico do mercado regional.

Fonte: Decom Ji-Paraná
Autor: Decom Ji-Paraná

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *