Cabeçalho

Mega operação da polícia prende sete suspeitos de atearem fogo em caminhão-tanque do Ibama

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais de 100 policiais civis e militares participaram da operação, que iniciou na madrugada desta terça em Espigão do Oeste

A Operação “Hefesto”, desencadeada pelas Policias Militar e Civil na manhã desta terça-feira,13, prendeu sete suspeitos de incendiarem um caminhão-tanque do Ibama em Espigão do Oeste em 4 de julho deste ano. O município fica cerca de 500 Km da capital.

O caminhão levava combustível aos fiscais do órgão que estavam em atividade na região de Boa Vista do Pacarana. O veículo teve a sua passagem bloqueada e o motorista foi rendido. Ninguém ficou ferido durante o incêndio (veja o vídeo abaixo).

Operação

Mais de 100 policiais civis e militares participaram da operação, que iniciou na madrugada. Os mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão foram cumpridos na zona rural. Cinco armas de fogo foram apreendidas durante a ação policial.

O local onde o caminhão tanque foi incendiado fica nas proximidades da Reserva indígena Roosevelt, pertencente a União e ocupada pelos índios da Cinta-Larga. A reserva possui cerca de 2,7 milhões de hectares.

Na época, a Polícia Federal afirmou que o incêndio poderia ter sido provocado por pessoas que trabalham para madeireiros, conhecidos como “batedores”. Porém, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, esteve em Espigão do Oeste logo após o incêndio e, durante reunião com os madeireiros, declarou que não acreditava que eles fossem os responsáveis pelo ato criminoso.

Fonte: Folha Pimentense

Fotos: G1/RO

 

 

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *