Cabeçalho

Produtoras da comunidade do 14 de abril recebem curso de capacitação profissional

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

O curso de Picles e Conservas em Salmoura vai atender a 15 moradoras da comunidade.

Esta semana o Senar/Faperon em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Espigão do Oeste está desenvolvendo mais um curso de capacitação profissiona

destinado a atender aos produtores rurais no interior do município.

O curso de Picles e Conservas em Salmoura com duração de 40 horas está sendo ministrado a uma equipe de 15 produtoras rurais moradoras no distrito de Flor da Serra (14 de abril), distante a 67 km da sede do município, próximo a T. I. do Roosevelt.

A mobilizadora do Senar/Faperon para Espigão do Oeste, Clerman Romio desde a segunda feira está coordenando toda a logística para realização do curso que tem como professora Gilcircleide Martins de Souza, instrutora cadastrada no Senar/Faperon.

Segundo Clerman Romio o curso de Picles e Conservas em Salmoura é um pedido de moradores da comunidade. “A comunidade do 14 de abril já foi atendida pelo Senar com diversos cursos nos anos anteriores, agora estamos de volta com mais uma capacitação”, afirmou Romio.

A mobilizadora afirmou que o calendário de 2019 com os cursos de capacitação para Espigão já iniciou com o curso de “Trabalhador Volante na Agricultura/Aplicação de Produtos Fitossanitários”, realizado na última semana em parceria com a empresa Globo Aves.

No início de abril entre os dias 01 a 05 já tem programados mais dois cursos: “Operador de Moto Serra e Roçadeira” e Curso de Compoteira/Fabricação de Doces, Geleias, Compotas e Licores.

Clerman Romio destacou que os cursos que já estão programados para serem ministrados já estão na sua maioria com suas inscrições todas preenchidas por trabalhador interessado na capacitação profissional.

“Alguns cursos estamos até com número maior de inscritos do que é permitido, o produtor rural está realmente interessado em se capacitar”, concluiu a mobilizadora.

Autor: Luizinho Carvalho/Cientista Social – CRS 0027/RO

Fotos: Arquivo Senar/Espigão

Comente com o Facebook!
BMC
BMC
BMC

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *