Cabeçalho

URGENTE: Rolim Esporte Clube está fora do Rondoniense

Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria
Cabeçalho matéria

rolim de moura

O presidente do Rolim de Moura Futebol Clube, Artur Paulo de Lima, decidiu na tarde deste sábado (02) abandonar a disputa do Campeonato Estadual de Futebol de Rondônia, temporada 2016. O dirigente deve entregar uma carta de desistência da competição à Federação de Futebol (FFER) na próxima segunda-feira (04).

Em entrevista, o cartola alegou quebra de clausulas do contrato de parceria que o clube fez com o técnico Manoel Filho e sua empresa, para a disputa do torneio. O dirigente explicou que, cabia ao treinador arcar com as despesas de alimentação dos jogadores e com a manutenção do elenco.

“Desde muito tempo ele vem descumprindo nosso acordo. Fizemos um contrato e arrendamos o clube para ele disputar o Estadual. O problema é que os jogadores estão na republica sem salários, sem comida e pressionando a diretoria para que essas necessidades sejam sanadas. Desse jeito não tem como disputar nada”, explicou.

Artur explicou que, na semana passada, após a derrota do clube para o Genus por 3×0 em pleno Cassolão, um dos jogadores chegou a cortar o pneu da motocicleta da cozinheira da república onde os atletas ficam hospedados. O motivo teria sido críticas que a mulher havia feito, pelo que chamou de “corpo mole dos jogadores”.

Após a retaliação, o presidente do Rolim de Moura pediu a demissão do jogador, mas acabou não sendo atendido por Manoel Filho. Após o empate em 2×2 para o Morumbi a paciência de Artur acabou com a tal “parceria”.

“Já haviam me falado da vida pregressa desse cidadão, mas eu não havia acreditado. Infelizmente ainda existem pessoas assim no futebol. Segunda-feira eu protocolo essa desistência na Federação e colocou meu cargo a disposição para quem quiser assumir”, desabafou o dirigente.

Perda de pontos

Artur também disse que o Rolim de Moura pode perder o único ponto conquistado o empate contra o Morumbi no jogo deste sábado (02). Tudo por conta da inclusão na partida de três jogadores irregulares. Segundo o treinador da equipe de Guajará Mirim, Fernando Lage, os atletas não estavam relacionados no Boletim Informativo Diário (BID) e deve recorrer aos TJD para conseguir os pontos da partida.

A redação tentou contato com o técnico do Rolim de Moura, Manoel Filho, mas não conseguiu ouvir a versão do treinador tigrino.

Fonte: Ronews

Comente com o Facebook!
PASSOS
PASSOS

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *